Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Homem envenenado com agente Novichok já não está em estado critico

Lorna Wilkinson confirmou os progressos do britânico Charlie Rowley, de 45 anos.
11 de Julho de 2018 às 14:44
Charlie Rowley
Dawn Sturgess não resistiu ao agente tóxico
Casal envenenado com agente nervoso no Reino Unido
Dawn Sturgess não resistiu ao agente tóxico
Charlie Rowley
Dawn Sturgess não resistiu ao agente tóxico
Casal envenenado com agente nervoso no Reino Unido
Dawn Sturgess não resistiu ao agente tóxico
Charlie Rowley
Dawn Sturgess não resistiu ao agente tóxico
Casal envenenado com agente nervoso no Reino Unido
Dawn Sturgess não resistiu ao agente tóxico

O homem de 45 anos que, juntamente com a sua mulher, esteve exposto ao agente neurotóxico Novichok, já não se encontra em estado crítico, segundo avançou o Hospital de Salisbury, em Inglaterra, através de um comunicado, publicado esta quarta-feira.

A diretora de enfermagem do hospital, Lorna Wilkinson, confirmou que os progressos do britânico Charlie Rowley, de 45 anos. 

"Ele já não se encontra em estado crítico. A sua condição ainda é grave, mas estável.", avança Lorna Wilkinson em comunicado, citado pelo The Guardian. "A nossa equipa vai continuar a trabalhar para fornecer todos os cuidados necessários para a sua recuperação", concluiu.

Recorde-se que o casal foi envenenado com o agente de nervos Novichok em Amesbury, no Reino Unido, estando exposto a uma dose "substancialmente mais elevada", levando à morte Dawn Sturgess, de 44 anos e ao internamento do companheiro, Charlie Rowley, de 45 anos, hospitalizado desde dia 30 de junho.


Charlie Rowley Lorna Wilkinson Hospital de Salisbury Novichok em Amesbury Reino Unido saúde Dawn Sturgess
Ver comentários