Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Homem vê cancro curado após estar infetado com Covid-19

Sem recurso a medicação adicional, linfoma do doente que contraiu coronavírus desapareceu.
Correio da Manhã 27 de Janeiro de 2021 às 20:09
Linfoma
Linfoma FOTO: Getty Images

Um homem, de 61 anos, venceu um cancro após ter estado infetado com Covid-19.

Este caso foi tornado publico através do British Journal of Haemathology que dá conta da história de um doente que tinha uma inflamação nos gânglios junto ao diafragma e estava a receber hemodiálise devido ao diagnóstico que lhe tinha sido feito:linfoma de Hodgkin.

Após o diagnóstico, o homem foi internado de imedito, onde lhe foi dito que teria também uma pneumonia devido à SARS-Cov-2. No entanto, 11 dias depois da infeção, o homem regressou a casa, sem receber outro tipo de medicação ou tratamento, de acordo com o artigo, citado pela BBC. No entanto (e de forma surpreendente) cerca de quatro meses depois, o exame de rotina veio comprovar o desaparecimento generalizado do linfoma.

De acordo com os especialistas, a hipótese é que a infeção pelo coronavírus tenha desencadeado uma resposta imune antitumoral: as citocinas inflamatórias produzidas em resposta à infeção podem ter ativado células T específicas com antígenos tumorais.




Covid-19 saúde cancro cura pandemia doenças oncologia vida esperança
Ver comentários