Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Empresário morto por homens armados na baixa da capital moçambicana

Amity Samigy, 40 anos, foi intercetado quando encerrava o seu estabelecimento comercial na Avenida Alberto Luthuli.
Lusa 14 de Outubro de 2020 às 21:23
Polícia de Moçambique
Polícia de Moçambique FOTO: Getty Images
Homens armados mataram a tiro um empresário na baixa de Maputo na noite de terça-feira, anunciou esta quarta-feira a Polícia da República de Moçambique (PRM).

Amity Samigy, 40 anos, foi intercetado quando encerrava o seu estabelecimento comercial na Avenida Alberto Luthuli.

"Foi intercetado por dois indivíduos: um atirador desceu de um veículo, uma carrinha ligeira", disparando três vezes contra o empresário, disse Leonel Muchina, porta-voz da PRM.

A vítima ainda foi transportada para o Hospital Central de Maputo, onde foi declarado o óbito.

O caso está nas mãos do Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic), acrescentou, há "várias pistas" e "cenários reconstituídos" com vista a encontrar os autores do crime.

O homicídio avoluma o número de crimes contra empresários registados este ano em Moçambique.

Em julho, o presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), Agostinho Vuma, foi alvejado e ferido ao sair do seu escritório, na baixa da capital, num caso ainda por esclarecer.

Desde o início do ano, as autoridades moçambicanas registaram um total de nove raptos, cujas vítimas são sempre empresários ou seus familiares.

Duas vítimas foram resgatadas pelas autoridades e outras duas libertadas em condições ainda por esclarecer.

Polícia da República de Moçambique Maputo PRM Moçambique crime lei e justiça
Ver comentários