Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Hong Kong: Estudantes rompem diálogo com governo

Manifestações pró-democracia em curso há quase duas semanas.
3 de Outubro de 2014 às 16:16
Estudantes exigem demissão do atual chefe do executivo e que eleição seja realizada por sufrágio universal e direto
Estudantes exigem demissão do atual chefe do executivo e que eleição seja realizada por sufrágio universal e direto FOTO: Dennis M. Sabangan/EPA

Líderes estudantis em Hong Kong anunciaram esta sexta-feira que interromperam o diálogo com o governo local depois da erupção de confrontos nas manifestações pró-democracia em curso há quase duas semanas na Região Administrativa Especial chinesa.

Os estudantes, que exigem a demissão do atual chefe do executivo e que a eleição do novo chefe do governo local, em 2017, seja realizada por sufrágio universal e direto, acusam a polícia de ter permitido que "bandos criminosos" atacassem os acampamentos de manifestantes.

A Federação dos Estudantes de Hong Kong anunciou em comunicado que não teve "outra opção senão romper o diálogo, depois de o governo e a polícia terem hoje permitido atos violentos por elementos de 'tríades' (associações criminosas chinesas) contra manifestantes pacíficos do movimento 'Occupy'".

hong kong estudantes diálogo governo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)