Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

‘Houdini indiano’ morre afogado em Calcutá

Feiticeiro Mandrake não terá conseguido libertar-se das correntes e cordas.
Ricardo Ramos 18 de Junho de 2019 às 11:19
Houdini indiano
Houdini indiano
Houdini indiano
Houdini indiano
Houdini indiano
Houdini indiano
Um mágico conhecido como o ‘Houdini indiano’ desapareceu nas águas do rio Hooghly, em Calcutá, durante um número arriscado perante centenas de espectadores. As autoridades acreditam que morreu afogado e o corpo foi arrastado pela corrente.

Chanchal Lahiri, que usava o nome artístico Feiticeiro Mandrake, era conhecido pelas suas escapadas em situações limite. No número de domingo, o mágico de 42 anos foi atado com cordas e correntes e submergido nas águas do rio por uma grua. O objetivo era libertar-se e voltar à superfície em poucos segundos, como já tinha feito outras vezes.

No entanto, algo correu mal e as centenas de pessoas que assistiam na margem, incluindo a família, aguardaram em vão que regressasse à superfície. Segundo testemunhas, não havia medidas de segurança. Antes de mergulhar, Lahiri disse: "Se correr bem é magia, se correr mal será uma tragédia".
Houdini Hooghly Feiticeiro Chanchal Lahiri Calcutá Mandrake
Ver comentários