Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Idosa de 85 anos espera 40 horas para ser socorrida depois de partir quadril

Quando chegou ao hospital, mulher tinha 30 ambulâncias à sua frente para serem atendidas.
Correio da Manhã 1 de Dezembro de 2022 às 13:00
Ambulância (imagem representativa)
Ambulância (imagem representativa) FOTO: Direitos Reservados
Uma mulher de 85 anos esperou 40 horas para ser atendida num pronto-socorro depois de ter caído e fraturado o quadril em agosto, em Cornwall, na zona oeste do Reino Unido.

De acordo com o jornal BBC News, Koulla caiu em casa e a família rapidamente chamou uma ambulância. No entanto, só 14 horas depois é que a idosa foi levada para o hospital. Lá chegada, a mulher teve que esperar que as cerca de 30 ambulâncias que tinha à sua frente dessem entrada, de forma a que ela própria ser, depois, atendida. A mulher só deu entrada para o pronto-socorro 26 horas depois de ter chegado.

"Foi horrível. Sentes-te impotente porque estás a confiar neles para cuidar de um membro da família que está em agonia e precisa de uma cirurgia", referiu a filha da idosa, Marianna Flint. 

O hospital Royal Cornall já reagiu e pediu desculpa pelos cuidados prestados à idosa. 


Cornwall EUA Inglaterra espera urgências
Ver comentários
C-Studio