Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

IDOSA DE 97 ANOS SALVA DOS ESCOMBROS

Uma mulher com 97 anos foi ontem retirada com vida do meio dos escombros de um edifício em Bam, quase oito dias depois do violento sismo que devastou aquela cidade iraniana matando perto de 50 mil pessoas.
4 de Janeiro de 2004 às 00:00
A sobrevivente, Shahr-Banou Mazandarani, de 97 anos, foi milagrosamente resgatada por socorristas iranianos. E a operação foi sem dúvida digna de registo: depois de ter sido escutada uma voz fraca proveniente de um edifício em ruínas, as equipas de socorro precipitaram-se para o local ‘esgravatando’ os escombros durante três horas até conseguirem chegar à vítima. Incrédulos, os socorristas perceberam então que se tratava de uma idosa que, milagrosamente, sofreu apenas ligeiras escoriações, não apresentando sequer um simples arranhão na face.
Mazandarani, que acabou por ser localizada com o auxílio de cães treinados para o efeito, sobreviveu graças a um móvel que lhe caiu em cima, abrindo uma cavidade que lhe permitia respirar.
A vítima estava lúcida, tendo falado com membros da equipa de resgate. Sempre que lhe uma das socorristas lhe perguntava alguma coisa, a idosa respondia “sim, querida”. Após o dramático salvamento, a mulher declarou: “Deus manteve-me viva”. A idosa está a ser tratada num hospital de campanha do Crescente Vermelho em Bam.
NOVOS 'MILAGRES'
Mas o resgate de Shahr-Banou não foi o único ‘milagre’ do dia em Bam. Ontem, dois bebés iranianos nasceram naquela cidade iraniana, num hospital de campanha ali instalado pelos norte-americanos após o sismo. Os recém-nascidos, um dos quais veio ao Mundo por cesariana, encontram-se de boa saúde. Agora, os esforços das equipas de socorro concentram-se na reconstrução da cidade. Milhares de voluntários de outras cidades do país estão a chegar a Bam para ajudar os sobreviventes, tendo já sido restabelecida, em algumas zonas, a água e electricidade.
Recorde-se que o sismo, ocorrido no passado dia 26 de Dezembro, teve uma magnitude de 6,3 graus na escala de Richter, tendo registado já 78 réplicas. O violento abalo telúrico provocou entre 30 e 50 mil mortos, além da destruição de 90 por cento das edificações da martirizada cidade iraniana.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)