Idosa mata filho por não querer ir para o lar

Mulher de 92 anos vivia com o filho e a namorada deste.
04.07.18
  • partilhe
  • 3
  • +

Uma mulher de 92 anos é suspeita de ter morto o filho, de 72, no estado de Maricopa, no Arizona, nos EUA, depois de este ter manifestado interesse em levar a progenitora para um lar de idosos.

Anna Mae Blessing foi indiciada por homicídio de primeiro grau e agressão agravada com recurso a arma de fogo, segundo avança o BBC.

A mesma publicação diz que a mulher terá atirado contra o filho, Thomas Blessing, e de seguida terá igualmente tentando atingir a companheira deste, de 57 anos.

A mulher, que tinha duas armas em sua posse, terá dito à polícia no momento em que foi detida, que pretendia suicidar-se depois de matar o filho. A idosa morava com o casal há cerca de seis meses.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!