Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Idoso deixado no chão despido durante 14 horas morre dois dias depois de ser encontrado

Duas funcionárias de casa de repouso estão acusadas de negligência grave.
29 de Novembro de 2019 às 10:45
Pensionista com Alzheimer morre dois dias após ser deixado no chão despido durante 14 horas
Margaret Shires
Kaniz Rashid
Pensionista com Alzheimer morre dois dias após ser deixado no chão despido durante 14 horas
Margaret Shires
Kaniz Rashid
Pensionista com Alzheimer morre dois dias após ser deixado no chão despido durante 14 horas
Margaret Shires
Kaniz Rashid

Um idoso morreu dois dias depois após ter caído e ficado 14 horas despido no chão, num lar no Reino Unido, de acordo com o The Mirror.

Kaniz Rashid e Margaret Shires, duas das mulheres que cuidavam de David Hustler e que o encontraram no chão, estão acusadas de negligência grave.

O idoso, de 75 anos, que tinha demência e Alzheimer. Morreu de pneumonia depois de outra funcionária do lar o levar ao hospital.

O tribunal ouviu as cuidadoras, que voltaram a colocar o homem na cama sem reportar a queda.

As duas funcionárias vão ouvir a sentença a 31 de janeiro de 2020.

Alzheimer saúde crime lei e justiça idoso demência
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)