Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Idoso morre cinco dias depois de receber a vacina da Pfizer

Homem tinha demência, mas era saudável, garante residência sénior.
Correio da Manhã 30 de Dezembro de 2020 às 14:30
Idoso
Idoso
Um homem residente num lar de idosos em Lucerne, na Suíça, morreu cinco dias depois da toma da vacina da Pfizer. 

O idoso foi vacinado no dia 24 de dezembro juntamente com outros residentes do lar. Dois dias depois começou a queixar-se de dores abdominais e na uretra. A pressão sanguínea desceu e o ritmo cardíaco disparou acabando por, três dias depois, morrer. 

Segundo os meios de comunicação locais, esta não era a primeira vez que o homem em causa sofria uma reação adversa a uma vacina. Segundo o jornal suíço Zeitpunkt, o idoso reagiu negativamente à vacina da gripe, porém, essa informação não foi comunicada à equipa de vacinação que se deslocou ao lar. 

Na noite em que morreu, o abdómen do idoso estava rígido e dorido, revela o médico do lar.

Apesar de sofrer de demência, o homem era saudável, indicou o lar. Ainda não há nada que indique que o paciente tenha morrido como consequência de ter tomado a vacina, só a autópsia poderá determinar se há ligação entre a morte e a toma da Pfizer.
Pfizer Lucerne Suíça saúde questões sociais meteorologia
Ver comentários