Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Iémen: Polícia morto por manifestantes anti-regime

Um polícia foi esta quarta-feira morto e três feridos a tiro em Aden, sul do Iémen, por manifestantes anti-regime, enquanto em Hodeida, no oeste, um manifestante morreu, quando um homem numa motorizada abriu fogo sobre manifestantes acampados.

20 de Abril de 2011 às 11:16

Os incidentes em Aden, segunda cidade do país, foram relatados a agências noticiosas internacionais por fontes médicas e da segurança, segundo as quais os disparos ocorreram quando a polícia cercou o bairro de Saada. Manifestantes abriram fogo com armas automáticas, matando um polícia e ferindo seis pessoas,  três polícias e três civis.

Em Hodeida, cidade portuária junto ao Mar Vermelho, um manifestante morreu e oito ficaram feridos quando um homem numa motorizada disparou sobre manifestantes que dormiam numa praça, onde há vários dias estão acampados  em protesto contra o regime Ali Abdullah Saleh.

Na terça-feira, em Sanaa, cinco manifestantes foram mortos a tiro quando a polícia dispersou um protesto.

Na capital, "o balanço definitivo é de cinco mortos a tiro e de 60 feridos, a tiro e à bastonada, 23 dos quais estão em estado grave", disse fonte médica citada pela agência noticiosa francesa AFP. 

Na sequência destes incidentes, um comité de organização dos protestos apelou para manifestações hoje em todo o país contra a repressão.  

iémen tiros manifestação regime aiden
Ver comentários