Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Donald Trump absolvido pelo Senado. Ex-presidente dos EUA pode voltar a candidatar-se à Casa Branca

Trump já reagiu à decisão do Senado.
Correio da Manhã 13 de Fevereiro de 2021 às 20:50
Donald Trump
Donald Trump FOTO: Getty Images
O ex-presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, acusado pela Câmara dos Representantes de incitamento à insurreição no ataque ao Capitólio, conheceu este sábado a decisão do Senado, que absolveu Trump de todas as acusações. 

Pouco mais de um mês depois da invasão do Capitólio, que causou cinco mortos, a votação foi de 57-43, abaixo dos dois terços necessários para o 'impeachment' no Senado.

Sete Republicanos votaram para que Trump fosse declarado culpado, o que representa o maior número de sempre de senadores do partido de um Presidente alvo de destituição

A decisão do Senado permite que Donald Trump possa candidatar-se, de novo, à Casa Branca.

Com Trump fora do cargo de presidente dos EUA, o objetivo dos democratas era garantir que ele ficasse proibido de voltar a exercer cargos públicos, impedindo desta forma a sua candidatura às presidenciais de 2024.

O julgamento contou com a apresentação de argumentos por parte dos republicanos e democratas sobre os discursos, as publicações e as atitudes de Donald Trump nos últimos anos e após duas sessões de julgamento no qual fizeram parte 17 senadores republicanos e 50 democratas a decisão está tomada.

Donald Trump reage à absolvição e diz que o "movimento histórico e patriótico só agora começou"

O ex-presidente dos Estados Unidos da América, reagiu, este sábado, à absolvição pelo Senado, dizendo que o "nosso movimento histórico, patriótico e belo para tornar a América boa outra vez está apenas a começar".

Donald Trump diz que a tentativa de destituição "foi mais uma fase da maior caça às bruxas da história do nosso país. Nenhum presidente jamais passou por algo parecido". E promete aos americanos que "nos próximos meses, tenho muito a compartilhar com vocês e espero continuar nossa incrível jornada juntos para alcançar a grandeza americana para todo o nosso povo". 

"Juntos não há nada que não consigamos alcançar", acrescentou o ex-presidente dos EUA. 

A reação de Donald Trump surgiu em comunicado uma vez que foi banido do Twitter, onde habitualmente fazia este tipo de declarações.
Senado Donald Trump Câmara dos Representantes Capitólio política parlamento eleições
Ver comentários