Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Incêndio em hospital no Brasil obriga à retirada de dezenas de pacientes

Fogo foi controlado e não provocou vítimas.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 29 de Agosto de 2020 às 16:41
Incêndio em hospital no Brasil obriga à retirada de dezenas de pacientes
Incêndio em hospital no Brasil obriga à retirada de dezenas de pacientes
Incêndio em hospital no Brasil obriga à retirada de dezenas de pacientes
Incêndio em hospital no Brasil obriga à retirada de dezenas de pacientes
Incêndio em hospital no Brasil obriga à retirada de dezenas de pacientes
Incêndio em hospital no Brasil obriga à retirada de dezenas de pacientes

Um incêndio de grandes proporções deflagrado na manhã deste sábado no Hospital Santa Luzia, na Asa Sul, região central da capital brasileira, Brasília, obrigou à retirada às pressas de largas dezenas de pessoas internadas. O fogo, que começou cerca das 10 horas locais, 14 horas em Lisboa, no sistema central de ar condicionado, na cobertura do edifício, foi controlado cerca de uma hora e meia depois e não provocou vítimas, a não ser algumas crises nervosas em pacientes.

As densas colunas de fumo invadiram totalmente o andar abaixo da cobertura, o quinto andar, e parcialmente o quarto e o terceiro. Funcionários do hospital começaram a retirar os doentes desses andares ainda antes da chegada dos Bombeiros e levaram-nos para o estacionamento aberto do hospital. Apesar de terem ficado sob o sol escaldante que caracteriza Brasília nesta época do ano, os pacientes receberam atendimento dos profissionais de saúde, que corriam de um lado para o outro e se arriscavam para irem ao edifício em chamas buscar os equipamentos e medicamentos necessários.

Doentes em estado mais grave foram levados também para hospitais próximos, principalmente para o Hospital Santa Lúcia, que fica ao lado do Santa Luzia. Os bombeiros conseguiram isolar das labaredas e do fumo a ala onde fica o centro cirúrgico, e os médicos continuaram as cirurgias que estavam a realizar enquanto o incêndio lavrava.

Ao saberem do sinistro, familiares de pessoas internadas no Santa Luzia correram para lá em pânico, preocupadas com o que poderia acontecer. Esses familiares acabaram por ser úteis, ajudando na remoção dos doentes e acalmando-os enquanto ficaram no desconfortável estacionamento do hospital à espera de poderem voltar ao edifício.

Após as altas labaredas e o fumo terem sido debelados, funcionários e Bombeiros começaram a levar os doentes de volta para o hospital, alojando-os em andares mais baixos, que não chegaram a ser atingidos. Numa primeira análise feita pelos Bombeiros, o incêndio começou quando trabalhadores da área de manutenção faziam reparos no sistema de ar condicionado do edifício.

Brasil Hospital Santa Luzia Brasília saúde hospitais acidentes e desastres incêndios
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)