Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Incêndio no Metro de Moscovo

Cerca de 4.500 tiveram de ser retiradas esta manhã do metropolitano de Moscovo devido a um incêndio que provocou mais de 50 feridos.
5 de Junho de 2013 às 08:47
Foram várias as pessoas que partilharam imagens do incidente nas redes sociais
Foram várias as pessoas que partilharam imagens do incidente nas redes sociais FOTO: Twitter

Um incêndio ocorrido cerca das 10h00 locais (07h00 em Lisboa) num dos túneis do metropolitano de Moscovo provocou mais de 50 feridos e está a causar, esta quarta-feira, grandes dificuldades nesse meio de transporte da capital russa.

Segundo informou o Ministério para Situações de Emergência da Rússia, o incêndio poderá ter sido provocado por um curto-circuito em cabos de alta tensão, no túnel que liga as estações Okhotnik Riad (junto à Praça Vermelha) e Biblioteca Lenine.

O incêndio obrigou à paralisação de toda a linha vermelha do metropolitano de Moscovo, uma das mais importantes e movimentadas à hora de ponta. Cerca de 4.500 pessoas tiveram de ser retiradas das estações atingidas pelo fumo provocado pelo incêndio.

O fumo denso provocou pânico entre os passageiros, alguns dos quais utilizaram as redes sociais para transmitir o seu estado de espírito.

O metropolitano da capital russa é um dos maiores do mundo. Com mais de 100 estações, transporta cerca de nove milhões de passageiros por dia.

Metro Moscovo incêndio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)