Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Incêndio obriga a evacuar hospital no Rio

Um incêndio de grandes proporções provocou a evacuação de centenas de pessoas do Hospital Universitário Pedro ernesto, em Vila Isabel, zona norte da cidade brasileira do Rio de Janeiro, ao início da manhã desta quarta-feira. De acordo com as autoridades cariocas, ninguém foi atingido directamente pelas chamas mas o pânico foi muito grande e uma idosa que estava internada com fibrose pulmonar morreu, não sendo no entanto ainda possível dizer se a sua morte foi provocada pela inalação de fumo, já que, segundo a direcção do hospital, o estado dela era terminal.
4 de Julho de 2012 às 15:05
bombeiros, rio de janeiro, hospital, doentes, serviços
bombeiros, rio de janeiro, hospital, doentes, serviços FOTO: Ricardo Moraes/Reuters

Pelo menos 200 pacientes que estavam nas alas mais afectadas tiveram que ser removidos e estavam a meio da manhã a ser atendidos no rés-do-chão do hospital, onde fica a recepção e outros serviços administrativos. Os doentes mais graves, que estavam internados no Centro de Tratamento Intensivo, CTI, foram levados para a enfermaria, onde médicos e funcionários tentavam recriar condições similares as que os pacientes tinham naquela unidade de cuidados extremos.

Cerca de uma centena de bombeiros de vários quartéis acorreram para combaterem o sinistro e resgatarem funcionários e pacientes, vários dos quais tiveram que ser retirados do hospital pelas janelas dos andares superiores, com o auxílio de escadas Magyrus. As chamas eram muito altas e a coluna de fumo podia ser vista a vários quilómetros de distância.

O incêndio, segundo as primeiras informações, teve início num edifício onde se situa o depósito do hospital. Como esse imóvel se localiza entre outros dois onde funciona realmente o hospital, várias alas médicas foram afectadas, principalmente por grossa camada de fumo tóxico, nomeadamente os serviços de Neurologia e de Cardiologia.

A secretaria de Saúde do Rio de Janeiro anunciou que vai instalar ainda nesta quarta-feira junto ao Pedro Ernesto um hospital de campanha para atender os pacientes que tiveram que ser removidos. Familiares foram contactados por funcionários da secretaria e do hospital, e uma multidão ansiosa e preocupada concentrou-se em frente ao Pedro Ernesto, em redor do qual várias ruas foram interditadas.

bombeiros rio de janeiro hospital doentes serviços
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)