Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Incêndios na Amazónia em julho foram os piores em 15 anos

Amazónia registou 1007 incêndios num só dia.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 1 de Agosto de 2020 às 15:47
Fogos na Amazónia
Fogos na Amazónia FOTO: Carl de Souza / AFP

Os incêndios na Amazónia no mês de julho deste ano de 2020 foram os piores dos últimos 15 anos em meses semelhantes. A informação foi avançada pelo INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, que identificou a passada quinta-feira, 30, como o dia de um mês de Julho em que houve mais focos de incêndio nos últimos 15 anos de monitoramento da Amazónia.

Quinta-feira, segundo os dados coletados pelo INPE, a Amazónia registou 1007 incêndios, um número nunca antes registado na região na última década e meia em igual período do ano. E esse alarmante número de focos de devastação da Amazónia pelo fogo não foi um simples acaso num dia negro para a floresta, foi rotina ao longo de todo o mês de Julho, destruindo milhares de árvores centenárias, matando animais e provocando o êxodo de povos indígenas, temerosos do fogo e das armas dos invasores das suas terras.

Em julho do ano passado, 2019, que já bateu todos os recordes de incêndio na floresta até então e cujas imagens da floresta a arder provocaram indignação em todo o mundo, enquanto o governo brasileiro desmentia a gravidade da situação e dizia que a revolta dos europeus tinha como objetivo tomar as riquezas da Amazónia, a região teve 5318 incêndios. Em julho deste ano, sem contar o dia 31, que ainda não teve os dados computados, registaram-se 6091 incêndios, boa parte dos quais, como no ano passado, provocados por invasores que limpam o mato à floresta pelo fogo para instalarem propriedades agrícolas, extraírem ilegalmente madeira ou abrirem grandes clareiras onde imaginam poder encontrar ouro no subsolo, todos incentivados pelo discurso do presidente Jair Bolsonaro de que a Amazónia tem de ser explorada economicamente para dividir as suas imensas riquezas por todos os brasileiros.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)