Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Índia e Paquistão à beira da guerra

Rivais nucleares lançam ataques aéreos e barragens de artilharia.
Ricardo Ramos 28 de Fevereiro de 2019 às 08:45
Um avião indiano foi abatido pela defesa aérea paquistanesa
Paquistão diz ter abatido dois aviões indianos dentro do seu espaço aéreo
Paquistão diz ter abatido dois aviões indianos dentro do seu espaço aéreo
Um avião indiano foi abatido pela defesa aérea paquistanesa
Paquistão diz ter abatido dois aviões indianos dentro do seu espaço aéreo
Paquistão diz ter abatido dois aviões indianos dentro do seu espaço aéreo
Um avião indiano foi abatido pela defesa aérea paquistanesa
Paquistão diz ter abatido dois aviões indianos dentro do seu espaço aéreo
Paquistão diz ter abatido dois aviões indianos dentro do seu espaço aéreo
Os arquirrivais nucleares Índia e Paquistão estavam esta quarta-feira à beira de uma nova guerra aberta, com ataques aéreos de parte a parte e barragens de artilharia de ambos os lados da fronteira da disputada região de Caxemira.

A escalada de tensão foi provocada pelo sangrento atentado de 14 de fevereiro contra uma coluna militar indiana, que fez mais de 40 mortos.

A Índia acusou o grupo militante Jaish-e-Mohammed, apoiado pelo Paquistão, e na segunda-feira lançou ataques aéreos contra alegadas posições do grupo no território paquistanês.

O governo de Islamabad reagiu ontem com ataques aéreos em solo indiano, na resposta aos quais um ‘caça’ MiG-21 indiano foi abatido pelas defesas aéreas paquistanesas.

O piloto conseguiu ejetar-se e caiu em território paquistanês, onde foi espancado por populares antes de ser detido pelo Exército. Os dois países lançaram barragens de artilharia que fizeram vários feridos.

O PM paquistanês, Imran Khan, apelou ao diálogo e alertou para o risco de a escalada ficar "fora de controlo".

"Com o tipo de armas que temos, não podemos arriscar um erro de cálculo", afirmou, referindo-se ao arsenal nuclear dos dois países, que já travaram três guerras desde 1947, duas das quais por causa de Caxemira.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)