Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Índia tem 3,4 milhões de pessoas infetadas com Covid-19

País deverá ultrapassar hoje os 20 milhões de casos desde o início da pandemia.
Ricardo Ramos 4 de Maio de 2021 às 08:46
Evolução da Covid-19 na Índia
Evolução da Covid-19 na Índia FOTO: Reuters
A mortífera vaga da pandemia de Covid-19 que assola a Índia continua a não dar tréguas. Com o número de novos casos acima dos 300 mil pelo 12º dia consecutivo, o país tem neste momento mais de 3,4 milhões de casos ativos (ou seja, pessoas atualmente infetadas) e deverá ultrapassar esta terça-feira a barreira dos 20 milhões de casos desde o início da pandemia.

E estes dados podem ser só a ponta do icebergue, já que vários peritos estimam que os números reais podem ser cinco a dez vezes superiores.

Esta segunda-feira foram registados 368 147 novos casos em todo o país, confirmando a tendência registada há mais de uma semana. São mais de um milhão de novos infetados a cada três dias.

O país tinha até segunda-feira um total de 19,9 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia e irá certamente passar esta terça-feira a trágica marca dos 20 milhões. Foram ainda registados 3417 novos óbitos, fazendo subir o total para 218 959.

Os hospitais das grandes cidades estão sobrelotados e não têm oxigénio para acudir aos milhares de pacientes que chegam todos os dias. Muitos ficam na rua à espera de vaga e ali acabam por morrer sem qualquer assistência, para desespero dos familiares.

As morgues e crematórios também não estão a conseguir dar resposta e em várias localidades estão a ser realizadas cremações em massa ao ar livre.

Apesar do cenário trágico, o rácio de testes positivos face ao número de testes realizados caiu pela primeira vez nas últimas semanas e as autoridades acreditam que o país poderá atingir o pico da corrente vaga ainda esta semana.

pormenores
Modi resiste
Onze estados e regiões decretaram restrições à circulação, mas o PM Narendra Modi resiste a ordenar um confinamento nacional para não prejudicar a economia.

Críticas
Governo foi criticado por ter permitido a realização de eventos religiosos de massas e comícios políticos nos meses de março e abril apesar do aumento de casos provocado pela nova variante do vírus. Variante alastra

Variante alastra
A nova variante indiana do coronavírus já foi detetada em pelo menos 17 países, incluindo Portugal, Espanha e Reino Unido. Vários países proibiram a entrada de viajantes vindos da Índia.
Ver comentários