Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

INSULTO A ALEMÃES CAUSA BAIXA NO GOVERNO ITALIANO

O secretário de Estado italiano para a Indústria, Stefano Stefani, apresentou carta de demissão ao primeiro-ministro Silvio Berlusconi depois de pedir desculpas públicas, na edição deste sábado do jornal alemão “Bild”, por ter dito que todos os alemães eram “bêbados arrogantes”.
12 de Julho de 2003 às 18:00
No passado dia 7, o jornal “La Padania”, órgão oficial da Liga do Norte, partido da coligação governamental italiana, publicou uma carta de Stefano Stefani, na qual o secretário de Estado escreveu: “Nós conhecemos o povo alemão. Querem ser sempre os melhores da classe e invadem as nossas praias no Verão, bêbados e com uma autoconfiança arrogante”.
Esta ofensa pública ao povo alemão surgiu em consequência do desentendimento entre Berlusconi e o eurodeputado alemão Martin Schulz, no hemiciclo do Parlamento Europeu, durante a sessão de apresentação da presidência italiana da União Europeia. Berlusconi foi recebido no hemiciclo por um coro de protestos e cartazes empunhados por eurodeputados e até funcionários do PE. Durante o seu discurso, o primeiro-ministro não resistiu à tentação da resposta á altura e insinuou que Schulz deveria desempenhar o papel de comandante num filme sobre campos de concentração nazis. As palavras de Berlusconi provocaram uma onda de indignação na Alemanha, onde o chanceler Gerhard Schroeder exigiu um pedido de desculpas e cancelou as suas férias em Itália.
Stefano Stefani retractou-se hoje no jornal alemã “Bild” e na segunda-feira deverá formalizar a sua demissão do governo italiano através da via apropriada, isto é, com uma carta dirigida ao ministro da Indústria.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)