Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Inventor francês falha travessia do Canal da Mancha em prancha voadora

O homem que se destacou no desfile militar do Dia da Bastilha, em França, tentou atravessar o Canal da Mancha, mas ficou sem combustível.
SÁBADO 25 de Julho de 2019 às 16:53
A carregar o vídeo ...
Inventor francês falha travessia do Canal da Mancha

Um inventor francês falhou esta quinta-feira na sua tentativa de atravessar o Canal da Mancha com uma prancha voadora. Franky Zapata, de 40 anos, ficou sem combustível depois de não conseguir passar numa plataforma para abastecer, contou um membro da equipa técnica. 

Zapata estava a fazer a travessia no 110.º aniversário do primeiro voo entre o Reino Unido e França, por Louis Blériot. "É uma desilusão enorme. Ele passou pelo barco para reabastecer mas deve ter saltado a plataforma por poucos centímetros", disse um membro da sua equipa ao canal televisivo BFM. 

O inventor não sofreu ferimentos. "Praticámos esta manobra dezenas de vezes em mares mais tumultuosos, com plataformas que se movimentavam mais, sem problemas", afirmou o técnico. "Não foi o vento, foram as ondas."

A plataforma situava-se dois metros acima do cais. 

A prancha de Zapata, com o tamanho de um skate, era movida por cinco pequenos motores. Zapata descolou de Sangatte, em França, às 7h06 (hora local) e esperava chegar a Dover em 20 minutos, voando a 140 quilómetros por hora numa altitude até 20 metros. 

Desapareceu da vista de quem o via em poucos momentos, sendo seguido por um helicóptero. Mas minutos depois a sua equipa anunciou o falhanço, dizendo que ele não tinha aterrado no barco para reabastecer de combustível. O engenho é movido a querosene, que fica armazenado na mochila de Zapata. 

Franky Zapata foi alvo de atenção em todo o mundo depois de ter participado no desfile militar do Dia da Bastilha

inventor francês Franky Zapata Canal da Mancha
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)