Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Investigação chinesa confirma adulteração de vacinas em farmacêutica

Responsáveis tentaram destruir 60 discos rígidos com dados da empresa para eliminar provas.
Lusa 28 de Julho de 2018 às 06:51
Vacinas
Vacinas
Vacinação
Vacinas
Vacinas
Vacinação
Vacinas
Vacinas
Vacinação

Uma investigação das autoridades chinesas à farmacêutica Changsheng Biotech, suspeita de ter adulterado vacinas, confirmou que a empresa falsificou dados e usou materiais com validade expirada na produção, anunciou a agência de notícias oficial chinesa.

A investigação, anunciada na sexta-feira e efetuada por uma equipa do Conselho de Estado [Executivo] chinês, determinou que para reduzir custos e melhorar a produção a empresa usou fluido com validade expirada na produção de alguns produtos, falsificou dados de fabrico e realizou testes irregulares, entre outras práticas ilegais, afirmou a Xinhua.

Os responsáveis da farmacêutica tentaram destruir 60 discos rígidos com dados da empresa para eliminar provas, mas a polícia conseguiu recuperar o material informático, indicaram os investigadores.

Executivo Changsheng Biotech Conselho de Estado Xinhua crime lei e justiça crime económico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)