iPhone salva mulher da morte no atentado de Manchester

Lisa Bridgett estava a falar ao telefone no momento em que foi atingida por um estilhaço.
25.05.17
Lisa Bridgett viveu momentos de pânico na noite da passada segunda-feira, quando Salman Abedi, um bombista suicida, se fez explodir junto à Manchester Arena, após um concerto de Ariana Grande, matando 22 pessoas e deixando outras 116 feridas.

Apesar de ter ficado com alguns ferimentos, a mulher sobreviveu, ainda que tenha sido atingida por um estilhaço de metal que compunha a bomba, e que, segundo o seu marido, só não a matou "devido a um milagroso iPhone".

"O facto de ela estar a falar ao telefone naquele momento provavelmente salvou-lhe a vida. O prego embateu no aparelho e não só o desviou da sua cabeça como travou consideravelmente a velocidade a que seguia", revelou o homem à imprensa britânica.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!