Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Irão: Agência nega desaparecimento do cadáver de Ali Moussavi

O corpo de Seyyed Ali Moussavi, sobrinho do líder da oposição iraniana morto durante as manifestações de domingo em Teerão, foi entregue às autoridades forenses, adianta a agência Irna.
28 de Dezembro de 2009 às 16:35
15 pessoas morreram durante os protestos em Teerão
15 pessoas morreram durante os protestos em Teerão FOTO: Reuters

As últimas informações garantiam que o corpo de Ali Moussavi tinha sido confiscado pelas forças de segurança, tendo desaparecido do hospital para onde tinha sido transferido.

De acordo com a agência, o corpo foi transferido para os serviços de  medicina legal para a realização da autópsia 'face às suspeitas que ainda  permanecem sobre o incidente'.  

 

'Alguns meios ligados à facção conspiradora informaram hoje que o cadáver de Ali Moussavi tinha sido removido pelas forças de segurança, em conformidade  com as mentiras contadas desde as eleições', acrescenta a Irna, acrescentando que o corpo do sobrinho de Mir Hossein Moussavi e de outras quatro vítimas mortais dos confrontos em Teerão foram guardados 'para concluir  a investigação policial, para ser realizada a autópsia e para encontrar novas pistas'.  

 

Os últimos dados revelam que pelo menos 15 pessoas morreram nos distúrbios de domingo em Teerão,  que coincidiram com as comemorações do Tassua e Achura, dois dias de luto  religioso do Islão em que a população sai às ruas para venerar a memória do imã mártir Husein, figura central dos xiitas.  

 

Mir Hossein Moussavi, candidato derrotado nas presidenciais de Junho  no Irão, tornou-se o líder da oposição a Mahmud Ahmadinejad pela contestação  da legitimidade de um escrutínio que afirma ter sido marcado por fraudes  em larga escala.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)