Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Irão interdita voos do Curdistão iraquiano na véspera de referendo

Conselho Nacional de Segurança da Turquia considerou o referendo como "ilegítimo e inaceitável".
Lusa 24 de Setembro de 2017 às 14:08
Governo do Iraque
Governo do Iraque
Governo do Iraque
Governo do Iraque
Governo do Iraque
Governo do Iraque
O Irão interditou todos os voos com o Curdistão iraquiano a pedido do Governo de Bagdad, na véspera do referendo pela autodeterminação desta região, segundo a agência iraniana Irna.

"A pedido do governo central iraquiano, todos os voos iranianos para os aeroportos de Erbil e Suleymani e todos os que partem do Curdistão iraniano através do Irão foram interrompidos", disse Keyvan Khosravi, porta-voz do conselho supremo de segurança nacional, citado pela agência oficial.

O Conselho Nacional de Segurança da Turquia (MGK) pediu na sexta-feira às autoridades curdas do Iraque que anulem o referendo de independência previsto para segunda-feira, considerando-o "ilegítimo e inaceitável".

A oposição da Turquia à independência do Curdistão iraquiano poderá pôr em causa a possibilidade de um Estado curdo, uma vez que as principais receitas do Curdistão iraquiano são obtidas pela exportação de petróleo do oleoduto do porto turco de Ceyhan.

Também o Irão e o Iraque, juntamente com a Turquia, pediram às autoridades iraquianas do Curdistão que anulassem o referendo de independência.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)