Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Iraque: Pelo menos 51 mortos e mais de 250 feridos em atentados

Pelo menos 51 pessoas morreram e mais de 250 ficaram feridas numa série de atentados ocorridos desde a madrugada no Iraque, adiantaram neste domingo fontes policiais e médicas.
9 de Setembro de 2012 às 12:11
Dois atentados com carros armadilhados mataram 14 pessoas e feriram 60 outras, segundo fontes médicas e dos serviços de segurança
Dois atentados com carros armadilhados mataram 14 pessoas e feriram 60 outras, segundo fontes médicas e dos serviços de segurança FOTO: Reuters

O ataque mais sangrento ocorreu neste domingo de manhã num mercado na proximidade do mausoléu do imã xiita Ali al-Charki, no sul do Iraque.

Dois atentados com carros armadilhados mataram 14 pessoas e feriram 60 outras, segundo fontes médicas e dos serviços de segurança.

Em Kirkuk, 250 quilómetros a norte de Bagdade, a explosão de um carro armadilhado à entrada de um centro de recrutamento da polícia causou a morte a pelo menos oito pessoas.

A explosão soma-se a um ataque armado contra um posto de controlo militar ocorrido durante a passada madrugada e que matou 11 pessoas, entre as quais dois oficiais do Exército, e feriu oito soldados, na localidade de Balad, 80 quilómetros a norte de Bagdade.

Fontes locais explicaram que os atacantes usaram armas com silenciador e colocaram no local vários explosivos que rebentaram quando chegaram reforços militares à zona.

Pelo menos quatro civis morreram e outros seis ficaram feridos no rebentamento consecutivo de dois artefactos próximo do consulado francês no centro da cidade de Nasiriya, 350 quilómetros a sul da capital.

Duas outras pessoas morreram e sete ficaram feridas na explosão de um carro armadilhado que estava estacionado próximo da sede da Frente Turcomana Iraquiana em Tel Afar, 70 quilómetros a oeste de Mosul, no norte do país.

A estas vítimas soma-se um oficial da polícia e um civil que morreram devido a uma explosão quando se dirigiam a casa de um soldado, na zona militar de Suleiman Bik, em Tuz, onde horas antes tinha explodido um artefacto sem causar vítimas.

Ainda em Tuz, dois seguranças do autarca local e nove civis sofreram ferimentos quando um carro armadilhado explodiu à passagem da comitiva.

Outro veículo carregado de explosivos rebentou num bairro industrial de Al Huweiya, a 65 quilómetros de Kirkuk, ferindo três civis.

O Iraque tem registado nos últimos meses uma escalada de violência com frequentes ataques dirigidos contra as forças de segurança.

iraque atentados carros armadilhados bagdad confrontos exército
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)