Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Irlanda: Economia supera previsões da UE

O crescimento económico irlandês deverá aumentar de 0,9 % em 2012, quatro décimas acima do previsto pela Comissão Europeia, e 2,1% em 2013, indicam esta sexta-feira previsões de um instituto governamental da Irlanda.

24 de Fevereiro de 2012 às 12:31
Enda Kenny, actual primeiro-ministro irlandês
Enda Kenny, actual primeiro-ministro irlandês FOTO: Reuters

De acordo com cálculos do Instituto de Investigação Social e Económica (ESRI), um crescimento do produto interno bruto (PIB) de 0,5%, tal como previsto pela Comissão Europeia, arriscar-se-ia a ser insuficiente para cumprir os objectivos orçamentais do governo irlandês.

O governo de coligação entre conservadores e trabalhistas prevê poupar, em 2012, um total de 3,8 mil milhões de euros com um forte pacote de austeridade, para baixar o défice público do país para 8,6% do PIB.

De acordo com o ESRI, as medidas de austeridade estão a contribuir para a desaceleração da actividade económica, mas são necessárias para que Dublin consiga pôr em ordem as finanças públicas.

O estudo do instituto frisa ainda que as medidas de austeridade terão efeitos negativos sobre o mercado de trabalho, prevendo um aumento da taxa de desemprego que se situa, na actualidade, um pouco acima dos 14%.

O ESRI considera ainda que o programa de auxílio da 'troika' da União Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu, no valor de 85 mil milhões de euros, oferece à Irlanda uma "janela de oportunidade" para realizar as reformas estruturais.

Irlanda União Europeia Economia
Ver comentários