Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Israel ataca Faixa de Gaza após rockets em Telavive

Força aérea israelita avança com maior ataque aéreo dos últimos cinco meses.
Cláudia Machado 16 de Março de 2019 às 09:31
Forças israelitas tomaram como alvo uma centena de infraestruturas que acreditam ser controladas pelo Hamas
Conflitos na Faixa de Gaza
Faixa de Gaza
Forças israelitas tomaram como alvo uma centena de infraestruturas que acreditam ser controladas pelo Hamas
Conflitos na Faixa de Gaza
Faixa de Gaza
Forças israelitas tomaram como alvo uma centena de infraestruturas que acreditam ser controladas pelo Hamas
Conflitos na Faixa de Gaza
Faixa de Gaza
As forças armadas israelitas desencadearam esta sexta-feira o maior ataque aéreo dos últimos cinco meses contra cerca de 100 alvos na Faixa de Gaza, depois de terem acusado militantes do grupo palestiniano de guerrilha Hamas de dispararem dois rockets contra a cidade de Tel Aviv.

Os ataques atingiram cerca de uma centena de infraestruturas que, segundo o exército israelita, estava sob o domínio do Hamas, incluindo "uma fábrica de produção de rockets, um armazém de material bélico e um dos quartéis" do grupo.

O Hamas negou ser o autor dos dois disparos e vários meios de comunicação israelitas avançaram ainda esta sexta-feira que estes poderão ter sido lançados a partir de Gaza por engano. Uma fonte que não quis ser identificada afirmou mesmo que tal "foi o resultado de um erro e que não havia intenção de atacar Israel". Neste primeiro caso, não foram registadas vítimas, nem estragos.

Já fonte do Ministério da Saúde palestiniano reportou pelo menos quatro pessoas sofreram ferimentos na retaliação levada a cabo pelas forças armadas israelitas.

A tensão entre Israel e a Palestina foi minimizada por uma delegação egípcia, destacada para mediar negociações entre os dois governos.

PORMENORES
Tema da campanha
O incidente teve rapidamente efeitos na campanha eleitoral que decorre em Israel (votação é a 9 de abril). O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu procura um quinto mandato.

Apelo contra o Hamas
Naftali Bennett, ministro da Educação israelita, apelou ao ataque direto ao grupo. "Chegou o tempo de derrotar o Hamas de uma vez por todas", afirmou.

Protesto adiado
A comissão palestiniana que organiza um protesto semanal na Faixa de Gaza adiou-o esta sexta-feira pela primeira vez num ano.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)