Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

ISRAEL CRIA MAIS QUATRO COLONATOS PERMANENTES

O Ministério da Defesa de Israel resolveu conceder o estatuto de “localidade permanente” a pelo menos quatro colonatos judeus instalados ilegalmente nos últimos anos na Cisjordânia, anunciou esta segunda-feira a rádio pública israelita.
27 de Outubro de 2003 às 11:47
ISRAEL CRIA MAIS QUATRO COLONATOS PERMANENTES
ISRAEL CRIA MAIS QUATRO COLONATOS PERMANENTES FOTO: d.r.
De acordo com o documento assinado por Ron Shechner, conselheiro do Ministro da Defesa, Shaul Mofaz, estes quatro colonatos (Pnei Kedem, Neve Erez, Mitzpe Kramim e Migron) poderão agora obter fundos destinados à educação e infra-estruturas.
Esta decisão volta a pôr em causa o “Roteiro de Paz” para o Médio Oriente, patrocinado pelos EUA, UE, ONU e Rússia, segundo o qual Israel se comprometia a congelar a ocupação de terras palestinianas e a desmantelar cerca de 60 colonatos construídos ilegalmente na Cisjordânia.
Entretanto, as autoridades israelitas anunciaram também que vão iniciar no próximo dia 9 de Novembro a construção de uma nova parcela do polémico “muro de segurança” na linha de fronteira com os territórios palestinianos da Cisjordânia.
O novo troço do “muro”, edificado alegadamente para impedir infiltrações de bombistas suicidas em Israel a partir dos territórios palestinianos, será construído entre o colonato judeu de Ariel e a colónia de Kidumim, no norte da Cisjordânia.
Na semana passada, a Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou, por larga maioria, uma resolução a exigir que Israel suspendesse a construção do “muro de segurança” e destruísse os sectores do muro já construídos, por violarem o direito internacional.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)