Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Israel exige libertação de soldado

Israel só aceitará um cessar-fogo com o Hamas caso este inclua a libertação do soldado Gilad Shalit, nas mãos do movimento radical palestiniano desde o Verão de 2006.
14 de Fevereiro de 2009 às 18:19
Ehud Olmert, primeiro-ministro de Israel
Ehud Olmert, primeiro-ministro de Israel FOTO: d.r.

'A posição do primeiro-ministro é de que Israel não chegará a quaisquer entendimentos para uma trégua antes da libertação de Gilad Shalit', pode ler-se num comunicado do primeiro-ministro, Ehud Olmert, divulgado este sábado.

Na quinta-feira, o Hamas declarou que concordava com um cessar-fogo mediado pelo Egipto, mas que o acordo não podia incluir a libertação de soldados israelitas.

Além da libertação de Shalit, Israel exige ainda o fim do contrabando de armas para o Hamas e o fim dos disparos de rocktes no sul do seu território.

Em contrapartida, o movimento islamita defende a abertura do posto fronteiriço de Rafah, no Egipto, e dos pontos de passagem com Israel e só aceita entregar o soldado israelita em troca da libertação de prisioneiros palestinianos detidos em Israel.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)