Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Israel: Grupo de judeus ultra-ortodoxos ataca mulher

Um grupo de judeus ultra-ortodoxos atacou esta terça-feira uma mulher que estava a colocar cartazes numa cidade israelita em que a relação entre os judeus religiosos e os seculares é bastante tensa.
24 de Janeiro de 2012 às 16:48
Parte da população israelita é composta por ortodoxos e ultra-ortodoxos
Parte da população israelita é composta por ortodoxos e ultra-ortodoxos FOTO: d.r.

O porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld, disse que o incidente ocorreu em Beit Shemesh, a 30 quilómetros de Jerusalém, quando a mulher, que tentava colocar cartazes para promover a lotaria, foi "rodeada por um grupo de homens ultra-ortodoxos" que lhe “atiraram pedras e cortaram os pneus do seu carro”.

A vítima “ficou levemente ferida na cabeça”, mas quando “a polícia chegou, levou-a para um lugar seguro”. Foram detidos três suspeitos. 

O incidente ocorreu algumas semanas depois de Beit Shemesh ter sido manchete e ter lançado um debate geral acerca das relações entre os israelitas seculares e os religiosos e do papel da comunidade ultra-ortodoxa no Estado judeu.  

A cidade, de cerca de 80 mil habitantes, apareceu numa reportagem televisiva que denunciava o facto de uma rapariga de oito anos ser alvo de ataques, com a justificação de que estava "imodestamente vestida". 

Judeus Ortodoxos Israel Jerusalém Beit Shemesh
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)