Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Israel ignora apelo

O primeiro-ministro israelita Ehud Olmert rejeitou um apelo do secretário-geral da ONU, Kofi Annan, para um levantamento imediato do bloqueio naval e aéreo ao Líbano, afirmando que o mesmo só acontecerá quando os termos do cessar-fogo estiverem plenamente implementados.
31 de Agosto de 2006 às 00:00
Os dois líderes estiveram ontem reunidos em Telavive, mas não conseguiram alcançar um consenso sobre o levantamento do bloqueio e a retirada das forças israelitas do Sul do Líbano. Annan pretendia que os militares saíssem assim que a força da ONU atingisse os cinco mil homens, mas Israel afirma que para tal é necessário que sejam cumpridas todas as condições do cessar-fogo, incluindo a libertação dos dois soldados raptados pelo Hezbollah.
Olmert manifestou ainda esperança de que a trégua permita uma aproximação entre Telavive e Beirute, mas essa possibilidade foi rejeitada pelo primeiro-ministro libanês Fouad Siniora, que assegurou que o Líbano “será o último país árabe a fazer a paz com Israel”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)