Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Israel corta eletricidade a cidades palestinianas

Israeal corta luz para reivindicar pagamentos.
23 de Fevereiro de 2015 às 20:03
Bandeira de Israel
Bandeira de Israel FOTO: Amir Cohen/Reuters

A empresa de eletricidade de Israel cortou esta segunda-feira o fornecimento de energia a duas cidades palestinianas, devido a uma dívida de 426 milhões de euros da Autoridade Nacional Palestiniana.

O corte, de 45 minutos, afetou as cidades de Jenin e Nablusa, no norte da Cisjordânia, e várias aldeias, noticiou na sua edição 'online' o Jerusalém Post.

"Há já algum tempo que temos vindo a alertar os devedores, os funcionários e os ministérios sobre a necessidade de pagar imediatamente a dívida, mas até agora não foi encontrada nenhuma solução", referiu, em comunicado, a empresa de eletricidade israelita.

A fatura anual de energia da Autoridade Nacional Palestiniana é de cerca de dois milhões de dólares, disse hoje o vice-primeiro-ministro e ministro da Economia, Mohamed Moustafa, ao mesmo tempo que informava que o seu Governo vai explorar uma jazida de gás nas costas de Gaza para reduzir a independência.

Segundo ministro, a fatura "afoga as finanças palestinianas", que está sempre dependente de donativos internacionais e das transferências de Israel relativa a impostos e taxas aduaneiras.

Em janeiro, o primeiro-ministro israelita voltou a congelar aquelas transferências como represália à petição de adesão da Palestina ao Tribunal Penal Internacional, depois de fracassar uma iniciativa na ONU para acabar com a ocupação da Cisjordânia e Jerusalém Este até 2017.

A falta de transferência da verba relativa a impostos e taxas aduaneiras tem impedido a Autoridade Nacional Palestiniana de pagar os salários aos funcionários.

Israel Autoridade Nacional Palestiniana Palestina energia eletricidade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)