Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Itália e França em guerra pelo "Homem Vitruviano"

Desenho foi impedido de sair de Itália para uma exposição do aniversário do da Vinci no Louvre.
Correio da Manhã 9 de Outubro de 2019 às 11:55
Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci
Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci
Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci
Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci
Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci
Homem Vitruviano de Leonardo da Vinci
Um tribunal italiano impediu à última da hora que o "Homem Vitruviano", de Leonardo da Vinci, fosse para França.

O Louvre, em Paris, pediu o quarto para a exposição que assinala os 500 anos do aniversário de Leonardo da Vinci. No entanto, a associação nacional do património histórico e natural de Itália argumenta que a obra é "demasiado frágil para deixar o país e corre o risco de ser danificado pela iluminação brilhante da exposição".

O desenho do século XV, apenas pode ser exibido a cada seis anos, por razões de conservação. Mas a decisão do tribunal é também apoiada em inúmeros relatórios técnicos, entre eles o facto de caso a obra integre a exposição em França não pode exibida em Itália na próxima década. 

O Ministro da Cultura italiano, Dario Franceschini, vai defender a sua decisão usando o acordo que assinou com o homólogo francês para o empréstimo de várias obras. Acordo esse onde a França concorda em emprestar as obras de Rafael para uma grande exposição do aniversário da morte do pintor. 

"É dever de França e da Itália circular as obras de Leonardo da Vinci e Rafael, quando as condições técnicas permitem", afirmou o ministro.

Para a imprensa internacional este 'pontapé' já se traduz numa nova ferida nas relações entre França e Itália.
Itália França Homem Vitruviano Leonardo da Vinci Rafael artes cultura e entretenimento pintura
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)