Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

ITALIANO RAPTADO NAS FILIPINAS

Homens armados raptaram esta terça-feira o director da organização não-governamental italiana Movimondo na ilha de Mindanao, Sul das Filipinas, exigindo um resgate de 300 mil pesos (cerca de 4.100 euros) para a sua libertação.
9 de Novembro de 2004 às 13:05
Dois colegas filipinos de Andrea Cienosterone foram sequestrados em conjunto com o italiano mas depois libertados para transmitirem às autoridades a exigência de resgate.
O comandante militar em Minadanao, general Alberto Braganza, disse que os indivíduos foram raptados sob ameaça de armas de fogo e que o pedido de resgate ainda está a ser analisado. Um outro porta-voz militar revelou que Cienosterone foi raptado por um grupo de bandidos cujo o líder é parente muito próximo de um importante dirigente de um grupo separatista do Lanao do Norte, província local.
Neste caso em particular, forças governamentais e rebeldes desenvolvem esforços paralelos mas com o mesmo objectivo, conseguir a libertação do cidadão italiano. A Frente Moro de Libertação Islâmica, disse mesmo que irá cooperar com o governo para resolver este caso.
A Movimondo iniciou as suas actividades no Lanao do Norte em 2001 e expandiu-as no ano passado para a província do Lanao do Sul. Esta organização tem por objectivo reabilitar populações afectadas por conflitos armados, ou seja, restaurar as condições mínimas de auto-sustento em zonas 'castigadas' pela guerra.
No Lanao do Norte, por exemplo, opera 4 centros de apoio agrícola e no Sul co-financia 120 micro-projectos e contribui para a construção de 100 lares de família, 4 centros multi-serviço e 1 escola, desenvolvendo também campanhas de sensibilização para a higiene e necessidade de condições sanitárias mínimas.
Ver comentários