Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Jacarta: Terceira bomba não explodiu

Os bombistas suicidas que no passado dia 17 de Julho perpetraram o duplo atentado contra hotéis de luxo em Jacarta, Indonésia, tinham artilhado uma terceira bomba, que acabou por não explodir.
24 de Julho de 2009 às 12:46
Jacarta: Terceira bomba não explodiu
Jacarta: Terceira bomba não explodiu FOTO: d.r.

Esta terceira bomba estava preparada para explodir antes das outras duas para gerar o pânico entre as pessoas e mandar as multidões para a recepção do hotel, onde as outras bombas iriam explodir, mas o temporizador do engenho não funcionou, declarou a polícia esta sexta-feira,

A táctica usada indica que os ataques pretendiam matar muito mais que as sete pessoas que morreram nos bombardeamentos duplos a dois hotéis de luxo americanos, o Marriott e o Ritz-Carlton.

A bomba que não explodiu consistia num computador portátil cheio de explosivos, que foi encontrado no 18º piso do hotel Marriott, onde os bombistas pernoitaram e devia ter explodido em primeiro lugar, afirmou Ketut Untung Yoga, da polícia nacional.

“A bomba encontrada dentro do hotel estava equipada com um temporizador que mostra o tempo da explosão”, explicou Untung Yoga, acrescentando que “era suposto explodir antes das outras duas”.

Os dois bombistas suicidas, que morreram nos ataques, são suspeitos de estarem associados ao grupo terrorista regional Jemaah Islamiyah.

Ver comentários