Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Jihadista Português morto na Síria

Terrorista da Linha de Sintra partiu para a Síria em 2014.
21 de Novembro de 2015 às 09:31
Bandeira do Estado Islâmico
Bandeira do Estado Islâmico FOTO: Stringer/REUTERS
Chamava-se Sadjo Turé, tinha 35 anos, e é o quinto jihadista português a morrer na Síria, em combate. Esteve menos de um ano no Califado e integrava a chamada célula de Leyton, bairro do norte de Londres, onde também Fábio Poças, Celso e Edgar Costa e Sandro ‘Funa’ se radicalizaram.

Esta é já a segunda baixa do grupo de amigos de Massamá (Linha de Sintra), que partiu para a Síria entre 2012 e 2014 e é alvo de um mandado de captura internacional, emitido no início deste ano pelas autoridades portuguesas.

Sadjo Turé terá sido baleado pelas tropas sírias fiéis do presidente Bashar Al-Assad. Terá acabado por morrer no hospital. Os irmãos Celso e Edgar são peças "influentes" na hierarquia do Estado Islâmico. As Secretas portuguesas seguem com atenção os passos destes jihadistas. D.C.

Sadjo Turé Síria Londres Fábio Poças Celso Edgar Costa Sandro ‘Funa Massamá Sintra Estado Islâmico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)