Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

'Jihadistas' executaram quase 1.500 pessoas em cinco meses

Maioria das vítimas eram civis.
17 de Novembro de 2014 às 13:24
Informação avançada pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos
Informação avançada pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos FOTO: EPA

O grupo radical Estado Islâmico (EI) executou quase 1.500 pessoas na Síria desde que anunciou o estabelecimento de um califado, há cinco meses, afirmou esta segunda-feira o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).


O OSDH "documentou a execução de 1.429 pessoas desde que o Estado Islâmico anunciou o seu 'califado', em junho", disse o diretor da organização, Rami Abdel Rahman, citado pela agência France Presse. 


A maioria das vítimas eram civis, precisou. 

Estado Islâmico Síria Observatório Sírio dos Direitos Humanos OSDH
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)