Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Jornal que divulgou alegada entrega de armas ameaçado

Presidente turco ameaçou publicamente o jornal numa entrevista televisiva.
1 de Junho de 2015 às 11:53
O regime turco nega qualquer apoio aos rebeldes sírios
O regime turco nega qualquer apoio aos rebeldes sírios FOTO: Sedat Suna/EPA
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ameaçou publicamente um jornal que publicou imagens de uma suposta entrega de armas pela Turquia a combatentes da oposição síria, numa entrevista televisiva no domingo à noite.

"Penso que a pessoa que escreveu este artigo vai pagar um preço muito alto por isso (...) não a deixarei sair disto impunemente", disse o presidente na entrevista, citado pela agência France Presse.

O diário turco opositor Cumhuriyet publicou na sexta-feira fotografias e um vídeo mostrando morteiros e munições escondidos em caixas de medicamentos, transportadas em camiões oficialmente fretados por uma organização humanitária e que foram inspecionados pela polícia turca perto da fronteira com a Síria em janeiro de 2014.

A polémica acentuou-se quando documentos oficiais publicados posteriormente na internet mostraram que os camiões em causa pertencem aos serviços de informações turcos (MIT) e transportavam armas e munições para os rebeldes islamitas que combatem o regime de Bashar al-Assad.

O regime turco nega qualquer apoio aos rebeldes sírios.

"Essas afirmações difamatórias e esta operação ilegal contra o MIT constituem de certa forma um ato de espionagem. E esse diário está implicado nesse ato de espionagem", disse Erdogan.

O seu primeiro-ministro, Ahmet Davutoglu, disse por seu lado à agência que as alegações do jornal são "uma manipulação eleitoral", com vista às eleições legislativas do próximo domingo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)