Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Jornalista abatida a tiro

Amas al Muderas, uma jornalista da televisão pública iraquiana, foi morta a tiro por homens armados quando se preparava para sair da sua residência, no bairro de al Khadraa, zona ociental da capital iraquiana, Bagdad.
29 de Abril de 2007 às 11:47
De acordo com fontes policiais, a mulher foi transportada para o Hospital de Yarmuk e depois para a unidade de Kadimiyah, no entanto não resistiria aos ferimentos acabando por falecer.
Pelo menos 158 profissionais da comunicação social morrream desde a invasão ao Iraque, a Março de 2003, indicam os dados do balanco divulgado pela organização Repórteres Sem Fronteiras no início deste mês.
Ver comentários