Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Jornalista paquistanês encontrado morto

Um jornalista paquistanês, que tinha desaparecido após ter escrito um artigo sobre as ligações entre as forças armadas do Paquistão e a Al-Qaeda, foi encontrado morto perto de Islamabad, indicaram esta terça-feira responsáveis paquistaneses.
31 de Maio de 2011 às 18:03
Syed Saleem Shahzad escreveu um artigo sobre as ligações entre as forças armadas do Paquistão e a Al-Qaeda
Syed Saleem Shahzad escreveu um artigo sobre as ligações entre as forças armadas do Paquistão e a Al-Qaeda FOTO: AFP

Syed Saleem Shahzad, de 40 anos, era correspondente da agência de notícias italiana Adnkronos (Aki), que foi a primeira a anunciar a sua morte, e responsável do escritório no Paquistão do Asia Times Online, site de informação com sede em Hong Kong.

 

Segundo os responsáveis, o corpo foi encontrado perto do seu carro em Sarai Alamgir, a cerca de 150 quilómetros a sudeste da capital paquistanesa.

Shahzad tinha desaparecido no domingo depois de ter saído de casa em Islamabad para participar num programa televisivo.

 

O desaparecimento ocorreu dois dias após a publicação pelo Asia Times Online dos resultados de um inquérito que concluiu que o ataque na semana passada contra uma base aeronaval em Karachi, no sul do Paquistão, foi uma vingança da Al-Qaeda pela detenção de oficiais da Marinha suspeitos de ligação à rede terrorista.

 

O jornalista tinha-se queixado de ameaças por parte do serviço de informações paquistanês (ISI), assegurou Ali Dayan Hasan da Human Rights Watch.

"No passado, o ISI esteve envolvido em incidentes semelhantes", adiantou Hasan .

 

O primeiro-ministro paquistanês, Yusuf Raza Gilani, ordenou uma investigação sobre o rapto e assassínio, assegurando que os culpados serão "levados à justiça".

Jornalista Morto Al-Qaeda Notícias italiana Adnkronos (Aki) Paquistão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)