Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Joshua Wong interrompe greve de fome

Jovem de 18 anos adiantou que sentia "desconforto físico extremo, tonturas e fraqueza dos membros".
6 de Dezembro de 2014 às 11:41
Joshua Wong é o líder do movimento estudantil Scholarism
Joshua Wong é o líder do movimento estudantil Scholarism FOTO: Bobby Yip/Reuters

Joshua Wong, um dos rostos do movimento pró-democrático em Hong Kong, anunciou este sábado que interrompeu a greve de fome que mantinha há quatro dias para forçar o governo a avançar com mais negociações para a reforma política.

"Sob forte insistência do médico, parei a greve de fome", afirmou Wong, que não comia há 108 horas, nas redes sociais Facebook e Twitter.

O jovem de 18 anos adiantou que sentia "desconforto físico extremo, tonturas e fraqueza dos membros", resultante da greve de fome.

"Mesmo que eu pare a greve de fome não quer dizer que o governo de Hong Kong possa ignorar as nossas exigências", sublinhou.

Joshua Wong, que foi capa da revista Time no início das manifestações, é o líder do movimento estudantil Scholarism, que junta estudantes do ensino secundário.


Wong e duas jovens membros do grupo Scholarism anunciaram uma greve de fome depois de uma das piores noites de violência nas manifestações do passado domingo.

O anúncio de Wong surge depois de a colega Isabella Lo ter anunciado que iria parar a greve de fome na sexta-feira, dias depois de dois membros terem aderido a este tipo de protesto.

O movimento Scholarism disse que os restantes estudantes continuarão com a greve de fome.

Joshua Wong Hong Kong greve da fome
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)