Um amigo da vítima mortal contou ao jornal britânico Mirror como a situação foi duplamente difícil para a família do jovem, que caiu inanimado no chão de casa.

"Se já não fosse suficiente o sofrimento da família, ainda tiveram que esperar várias horas por uma ambulância particular para o levar, sendo instruídos para não saírem do local até que fossem feitas perícias ao corpo", disse um amigo do jovem ao jornal, não revelando mais dados sobre o amigo.