Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Jovem desaparecida em 2016 foi estrangulada e atirada a um poço

Diana Quer tinha 18 anos quando desapareceu. Suspeito só agora confessou crime.
Ricardo Ramos 2 de Janeiro de 2018 às 01:30
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Diana Quer foi assassinada na Galiza em 2016
Quase 500 dias depois, está resolvido o mistério sobre o desaparecimento de Diana Quer, que emocionou a Galiza. A jovem madrilena de 18 anos foi estrangulada e atirada a um poço no dia em que desapareceu.

O principal suspeito foi detido na semana passada, confessou o crime e levou a polícia ao local onde escondeu o corpo.

Diana, que passava férias com a mãe em A Pobra, saiu de casa na noite de 22 de agosto de 2016 para ir às festas da aldeia e nunca mais foi vista. A polícia seguiu várias pistas e até identificou um suspeito, José Gey, mas acabou por encerrar a investigação por falta de provas.

Até que, na véspera de Natal, Gey atacou outra jovem, que conseguiu fugir e descreveu-o à polícia. Já detido, e depois de a mulher ter retirado o alibi inicial, acabou por confessar a morte de Diana.

Assaltou-a, tentou violá-la e, perante a resistência da jovem, estrangulou-a e atirou o corpo a um poço numa fábrica abandonada.
Galiza Diana Quer A Pobra José Gey questões sociais desaparecidos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)