Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Jovem sírio conta como é ter um pai com Síndrome de Down

Menino sempre sentiu amor, carinho e apoio por parte do pai.
Correio da Manhã 22 de Outubro de 2019 às 18:17
Sader com os pais
Sader com os pais FOTO: Facebook

Sader é filho de Jad, um homem sírio que têm Síndrome de Down. Esta condição genética leva a uma dificuldade de aprendizagem e a um atraso no desenvolvimento.

O jovem, que esta a estudar Medicina Dentária, está orgulhoso de ter um pai assim. Apesar desta diferença, Sader nunca sentiu falta de amor, apoio ou orientação durante o seu crescimento.

Jad é operário de uma fábrica de trigo e tornou-se um pilar importante para a comunidade pelo seu altruísmo. É conhecido pela sua bondade, amor e admiração porque nunca espera receber nada em troca.

Sader acrescentou: "É possível ver quando os olhos dele estão cheios de alegria e satisfação, como se quisesse expressar: 'sim, tenho síndrome de Down, mas criei este homem e fiz tudo ao meu alcance para torná-lo médico e ajudar os outros'".

O Síndrome de Down ocorre quando uma pessoa tem três cópias do Cromossoma 21, em vez de duas. Em grande parte dos casos, não é hereditária, pois a alteração génetica é feita unicamente no esperma ou no óvulo.

Sader conta que recebe alguns comentários sobre os pais: "Uma das preocupações das pessoas é como é que uma mulher que não tem síndrome de Down pode casar-se com um homem com síndorme de Down.  Acredito que se os dois estavão na mesma página. Eles são intelectualmente adequados um para o outro - pessoas muito simples, mas amorosas e solidárias".

O jovem quer passar a mensagem de que as pessoas com síndrome de Down podem formar família.

síndrome de down questões sociais saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)