Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

JUIZ PERDOA ASSASSINO

Um idoso britânico de cem anos, acusado de assassinar a mulher, de 87 anos, com uma faca, foi absolvido pelo juiz, que considerou o crime como “um acto de amor”.
9 de Julho de 2004 às 01:15
Segundo o juiz, Bernard Heginbotham matou a mulher, que estava gravemente doente, para evitar que ela sofresse. Bernard estava ainda profundamente perturbado porque a mulher ia ser transferida para um lar com más condições.
Ver comentários