Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

JULGAMENTO SUMÁRIO DE GRUPO DE SEQUESTRADORES CUBANOS

A Justiça cubana julgou sumariamente o grupo de sequestradores armados que na passada quarta-feira fez 50 reféns num ‘ferry’ na baía de Havana, rumando depois aos EUA, sem sucesso, já que ficaram sem gasolina e foram obrigados a voltar à capital cubana.
10 de Abril de 2003 às 00:00
O barco ‘baraguá’ atracado no porto de Havana
O barco ‘baraguá’ atracado no porto de Havana
“Os sequestradores do barco ‘Baraguá’ foram colocados, no passado dia 5, à disposição dos tribunais que julgam as acções que atentam contra a segurança do país, mediante procedimento sumário”, revelou um comunicado oficial. O julgamento decorreu ontem, não se sabendo qual foi a sentença aplicada.
Este julgamento sumário é apenas mais um das dezenas que na última semana se realizaram, tendo já sido acusados perto de 40. Ontem, Luis Enrique Ferrer, membro de um grupo reformista cubano, foi condenado a 28 anos de prisão, a mais longa pena até agora atribuída a dissidentes.
As detenções têm sido ferozmente criticadas pela comunidade internacional. Em resposta a estas críticas, o governo cubano fez saber ontem que os dissidentes foram condenados por serem “mercenários” dos EUA.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)