Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Junta militar promete eleições

Sob pressão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), a junta militar que tomou o poder no Mali prometeu ontem restaurar a Constituição e realizar eleições livres.
2 de Abril de 2012 às 01:00
Capitão Amadou Sanogo
Capitão Amadou Sanogo FOTO: Luc Gnago/Reuters

O líder da junta, capitão Amadou Sanogo, adiantou ainda que os militares "não participarão" nas eleições. O anúncio foi feito numa altura em que o vazio de poder abre caminho ao avanço dos rebeldes tuaregues, cujas forças cercaram ontem a cidade de Timbuktu, último bastião das forças governamentais no norte do país.

MALI ELEIÇÕES REBELDES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)