Justiça brasileira proíbe entrada de menores no centro de treinos do Flamengo

Dez jovens atletas morreram durante um incêndio na sexta-feira naquele centro.
Por Lusa|13.02.19
  • partilhe
  • 0
  • +
A Justiça brasileira proibiu esta quarta-feira que crianças e adolescentes entrem, permaneçam ou participem em atividades no centro de treinos do Clube Flamengo, onde morreram dez jovens atletas durante um incêndio na sexta-feira.

De acordo com a imprensa brasileira, a decisão foi tomada pelo juiz da 1.ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, Pedro Henrique Alves, e é válida até que o clube comprove o cumprimento das exigências impostas pelo Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e pela Prefeitura do Rio de Janeiro para o funcionamento do espaço.

Em caso de não cumprimento será aplicada uma multa de dez milhões de reais (cerca de 2,36 milhões de euros) ao clube e de um milhão de reais (cerca de 240 mil euros) ao presidente do clube, Rodolfo Landim.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!