Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Kadhafi acusa rebeldes do Darfur

O presidente líbio, MuammarKadhafi, acusou os rebeldes do Darfur de quererem internacionalizar o conflito na região ocidental do Sudão.
29 de Abril de 2007 às 12:31
"Existem facções de rebeldes no Darfur que estão a tentar envolver o Mundo neste problema", disse o governante em Syrte numa conferência internacional sobre a região devastada por uma guerra civil desde há quatro anos, cujo conflito já matou mais de 200 mil pessoas com dois milhões de refugiados.
Kadhafi acrescentou que "não é do interesse intervir num caso onde uma das partes não deseja uma solução", salientando existirem "outras causas mais graves que o Darfur", e que, sem as nomear, lamenta que "não suscitem interesse semelhante".
Apesar da ausência na reunião do emissário dos rebeldes, para o enviado das Nações Unidas ao país, Jan Eliasson, "o problema não é apenas perigoso para o Sudão, mas também para o Mundo inteiro", pelo que "esta conferência poderá ser uma ocasião para acelerar uma solução e reforçar a paz". Recorde-se que Cartum deu "luz verde" para o destacamento de cerca de três mil funcionários das Nações Unidas para apoiara actual força União Africana.
O vice-ministro líbio dos Negócios Estrangeiros, Ali Abdel Salam Triki, informou que uma segunda encontro, no qual participarão os rebeldes, terá lugar brevemente em Tripoli, capital e maior cidade da Líbia.
Ver comentários