Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Kadhafi “ferido” abandona capital

O líder líbio, Muammar Kadhafi, terá sido ferido num ataque aéreo da NATO e deixado a capital do país. Desconhecia-se ontem o paradeiro do veterano coronel.
14 de Maio de 2011 às 00:30
Kadhafi poderá estar refugiado num  local secreto fora de Tripoli, fortemente bombardeada nos últimos dias pelos aviões aliados
Kadhafi poderá estar refugiado num local secreto fora de Tripoli, fortemente bombardeada nos últimos dias pelos aviões aliados FOTO: Amr Dalsh/Reuters

Segundo o ministro italiano dos Negócios Estrangeiros, Franco Frattini, o bispo católico de Tripoli, Giovanni Innocenzo Martinelli, contou--lhe que "Kadhafi estará, muito provavelmente, fora de Tripoli e, também provavelmente, ferido". O chefe da diplomacia italiana considera as palavras do prelado credíveis. "Acredito no comentário do bispo de Tripoli, monsenhor Martinelli", afirmou Frattini, acrescentando que este tem estado, ao longo das últimas semanas, em estreito contacto com a ‘entourage’ de Kadhafi. "Não sabemos onde ele está", garantiu, no entanto, Frattini.

O regime líbio apressou-se a desmentir a notícia. "É um disparate. O líder está com a moral elevada e de bom humor. Está a dirigir o país dia após dia. Não ficou, de todo, ferido", declarou Mussa Ibrahim, porta-voz do governo de Tripoli, à televisão árabe por satélite Al Arabiya. Contactado o gabinete do bispo de Tripoli, foi dada a informação de que este viajou para a capital da Tunísia, Tunes.

Em resposta às notícias veiculadas, Kadhafi afirmou, numa gravação áudio ontem transmitida na televisão estatal, que se encontra num local onde a NATO não o pode apanhar. "Digo aos cobardes cruzados que estou num local onde não me podem alcançar e matar", declarou o coronel na gravação transmitida pela TV al-Jamahiriya.

Entretanto, na cidade de Brega, no leste do país, pelo menos 16 civis foram mortos durante mais um ataque da NATO.

LÍBIA KADHAFI REBELDES TRIPOLI
Ver comentários